Skip to content
Please check an answer for every question.
Cookie settings

Total may deposit the following categories of cookies: Cookies for statistics, targeted advertising and social networks. You have the possibility to disable these cookies, these settings will only be valid on the browser you are currently using.

Enabling this cookie category allows you to establish statistics of traffic on the site. Disabling them prevents us from monitoring and improving the quality of our services.
Our website may contain sharing buttons to social networks that allow you to share our content on these social networks. When you use these sharing buttons, a link is made to the servers of these social networks and a third-party cookie is installed after obtaining your consent.
Enabling this cookie category would allow our partners to display more relevant ads based on your browsing and customer profile. This choice has no impact on the volume of advertising.

16/06/2016 Notícias

Total apoia projeto de energia renovável em comunidade no Amapá

A Total E&P do Brasil e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá (Fapeap) lançaram em fevereiro deste ano um edital para selecionar projeto ligado a energias renováveis, como parte do Termo de Cooperação Técnica (TCT) firmado entre as partes para incentivo à pesquisa na região. O projeto vencedor do edital, desenvolvido pela Universidade do Estado do Amapá (Ueap), foi anunciado este mês e no dia 16 de junho foi assinado o Termo de Concessão de Auxílio Financeiro, no valor de R$ 1 milhão, para apoiar a implementação do projeto. A iniciativa do investimento integra a política de desenvolvimento socioambiental da Total, que prevê ações de transformação social nas comunidades onde atua.

O projeto eleito prevê 24h de eletrificação de um espaço, utilizando painéis fotovoltaicos, que convertem a energia solar em energia elétrica. Hoje, Franquinho, no arquipélago do Bailique, em Macapá, comunidade escolhida por estar em estado de vulnerabilidade socioambiental, só tem energia elétrica 4 horas por dia, gerada por um motor a diesel. Cerca de 64 pessoas moram em 13 residências na comunidade ribeirinha e serão beneficiadas com o projeto. O tratamento de água por membranas também está incluso nos planos dos pesquisadores. Painéis solares serão utilizados para mover dois motores: um puxará água de um poço artesiano e o segundo impulsionará o líquido pelas membranas, responsáveis pelo tratamento.

Esse sistema foi escolhido por ser autônomo e precisar de pouca manutenção, sendo necessário apenas o treinamento de uma pessoa. Dessa forma, os pesquisadores atendem não só a uma das principais exigências do edital, que é garantir que a população dê continuidade aos trabalhos após a finalização do projeto, mas também ao maior objetivo da Total dentro de suas políticas de desenvolvimento socioambiental: promover a transformação social nas comunidades onde atua.